A Liga das Nações Masculina (LNV) é uma competição criada em 2018 pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) para substituir a Liga Mundial e a Liga Mundial Grand Prix, que foram descontinuadas. Na primeira edição da LNV, as seleções nacionais masculinas da França e femininas dos Estados Unidos conquistaram o título. A edição de 2019 do torneio foi realizada em vários países, incluindo o Brasil, a China, a França, a Alemanha, a Bulgária, o Irã e os Estados Unidos. Portugal foi um dos países que sediaram os jogos da competição.

A LNV 2019 contou com a participação de 16 seleções nacionais masculinas, divididas em quatro grupos de quatro times cada. Cada seleção disputou 15 jogos na fase de classificação, sendo que as quatro melhores colocadas de cada grupo avançaram para a fase final, que foi realizada em Chicago, nos Estados Unidos. As quatro equipes classificadas para a fase final foram o Brasil, a França, a Polônia e os Estados Unidos.

Na fase final da competição, o Brasil e a França se enfrentaram na semifinal. A seleção brasileira, comandada pelo técnico Renan Dal Zotto, venceu por 3 sets a 2 em uma partida emocionante. Na outra semifinal, os Estados Unidos derrotaram a Polônia por 3 sets a 1 e garantiram sua vaga na final. A grande final foi disputada entre Brasil e Estados Unidos em um jogo extremamente equilibrado. No final, a seleção brasileira levou a melhor, vencendo por 3 sets a 1 e conquistando o título da LNV 2019.

Além do título, o Brasil teve vários jogadores em destaque na competição. O oposto Alan Souza foi o maior pontuador da seleção brasileira, com 114 pontos. O levantador Bruno Rezende foi eleito o MVP (jogador mais valioso) da LNV 2019. Outros jogadores que se destacaram na equipe brasileira foram o ponteiro Lucarelli, o central Maurício Souza e o líbero Thales Hoss.

Outras seleções nacionais também tiveram jogadores de destaque na competição. Na seleção francesa, o oposto Jean Patry e o central Kevin Le Roux tiveram boas atuações. Pela seleção polonesa, o ponteiro Wilfredo León foi o maior pontuador da equipe, com 160 pontos. Já pela seleção americana, o oposto Matthew Anderson foi um dos principais jogadores, com 114 pontos marcados.

A Liga das Nações Masculina 2019 foi uma competição de alto nível, que reuniu as melhores seleções nacionais de voleibol masculino do mundo. O Brasil foi o grande campeão, mostrando sua força e habilidade em quadra. Com jogadores de destaque em todas as equipes, a competição foi marcada por momentos inesquecíveis e partidas emocionantes.